Escolher bem os Pneus

Saber eleger pneus OTR é fundamental na obtenção do seu máximo potencial de vida útil.

Fase 1: Definir o tipo de utilização

A classificação internacional define 4 tipos de utilização. O vínculo do pneu a um de esses tipos de utilização está indicado na sua parede lateral.

  • C : Compactadora
  • G : Grader (niveladora)
  • E : Earthmoving (transportar)
  • L : Loader and bulldozer (carregar)

 Fase 2: Analisar as condições de utilização e a natureza do(s) solo(s)

Existem diferentes tipos de profundidades e desenhos de piso. A escolha do tipo de desenho do piso depende essencialmente do tipo de solo e das condições de utilização: aderência, risco de cortes e desgaste rápido. O máximo rendimento e rentabilidade da operação, depende em grande medida da escolha acertada do pneu.

  • 1 : Linha (profundidade do piso ou desenho do piso normal)
  • 2 : Tração (produndidade do piso normal)
  • 3 : Normal (Tração (produndidate de escultura normal)
  • 4 : Profundo (piso profundo)
  • 5 : Muito profundo (piso muito profundo)
  • 7 : Flutuação (desenho do piso normal)

A solução deve ser sempre adaptada às condições de utilização.

Fase 3: Conhecer o seu TKPH

Para escolher o pneu mais adequado à sua operação, teremos que saber qual é o seu TKPH. O TKPH (Tonelada Km por Hora) é, sem lugar a dúvidas, uma característica essencial da capacidade de trabalho do pneu. Para uma mesma medida e desenho do piso, podem existir diferentes tipos de composto de borracha, cada uma associada a um TKPH distinto. Os valores do TKPH figuram nas características de cada pneu.

Dependem da capacidade de carga de cada medida, do número de Km permitidos a cada hora e por tipo de pneu, a uma temperatura ambiente normalizada de 38 °C.

Helder Pinto

About Helder Pinto